segunda-feira, 5 de julho de 2010

As besteiras pós eliminação

Antes de acabar o jogo do Brasil o Rei do Futebol já postou no twitter "começamos a ouvir as besteiras!!!" se referindo, claro, aos jornalistas que acompanhavam o jogo. Mais tarde ele ainda postou: "Perguntinha. O q vcs acham dos nossos comentaristas? Sem pilha galera!" e ele mesmo respondeu "Eu acho o seguinte: Eles na verdade não falam o q realmente estão vendo. Pq não podem ou não tem coragem. Realmente é uma pena". O Romário é o cara!

Verdade seja dita, o Felipe Melo não tem culpa sozinho, mas essa raça, chamada de jornalista, insiste em sempre querer achar UM culpado para tudo. Assim têm quem criticar, podem vender as matérias, descascar o cara em rede nacional, falar que ele tinha problemas desde a infância porque o pai isso, a mãe aquilo.... e claro, a famosa frase do meio "eu avisei/já sabia". Bando de profetas do acontecido.

Como eles não entendem nada e falam, também me sinto no direito de falar (e pra quem não gostar ainda posso dar a mão na cara). Seguinte, foi o melhor que fizemos! Não ia adiantar levar ronaldinho, neymar, pato, ganso, marreco.... Eles iam tremer igual aos que estavam lá. E a culpa, se alguém quiser achar, é de TODOS. Analisando:

Júlio Cesar: 1o gol foi culpa dele, não do Felipe Melo. Todo mundo sabe que quando um goleiro sai do gol é pra bater na bola, que acerte a cabeça de um, mas tire a bola. Mas o Júlio errou a bola feio.

Juan: Na jogada que deu origem ao 2o gol ele teve a chance de chutar para lateral, mas preferiu chutar para escanteio. Outra coisa que até meu filho sabe que não se deve fazer.

Lúcio: Como capitão tinha que ter dado um esporro geral e controlado melhor a situação dentro de campo.

Felipe Melo: Nem precisa falar. A cereja do bolo, agressão desnecessária.

Ramires: Para que aquele cartão amarelo no jogo contra o Chile??? Era sua chance mané!

Kaká: Não fez nada, não conseguia tocar a bola nem armar jogadas.

Robinho: Dispensa comentários, nada mais além do gol que até o Dentão faria.

Dunga: Deveria ter feito as substituições logo no início do 2o tempo e não esperar a situação sair do controle.

E por ai vai, perdi a paciência de ficar escrevendo.

A gente tem é que saber que as vezes os adversários jogam melhor que a gente e dar os devidos méritos. Temos o melhor futebol do mundo sem dúvidas, mas isso não significa que vamos jogar bem sempre. Todo mundo tem que aprender a perder, e não ficar falando besteira depois que aconteceu. Se o dunga tivesse sido campeão seria exemplo de determinação, liderança, mesmo em situações adversas. Como perdeu, é cabeça-dura, descontrolado, arrogante....

Concorda com os jornalistas? A mão na sua cara! Vai torcer pra Argentina e tomar de 4 (com todo respeito).

13 comentários:

Dentão disse...

Olha só exemplo de profeta do acontecido:
http://bit.ly/aiKuHH

Engraçado que em 2006 todo mundo falava que união, comprometimento, era mais importante que o talento. Os jogadores que em 2006 eram criticados por serem apáticos, hj são criticados por terem ficado nervosos e reclamarem.

Dentão disse...

Para não falarem que sou mau humorado, vai um texto bom sobre o desempenho do brasil na copa: http://bit.ly/bFeAuG

Modes disse...

Lavagem cerebral da globo, que jóia!

Pior de tudo é quem toma isso como verdade, sem ao menos ponderar um pouco...

Só eu, ou vcs têm a impressão de que rede globo e adjacências são um retrato de como pensa a maior parte do Brasil? Outra pergunta (o dentão adora minhas perguntas)... sou eu que tou velho, chato e menos tolerante, ou é a rede globo que parece piorar a qualidade das matérias, arrumar um pessoalzinho ruim de serviço?

televisao ultimamente pra mim é só pra diversão... três vivas pra internet! E pro nosso blog que é tão importante qto a rede globo.

Gari disse...

Ponto para o técnico do Uruguai. Perguntado se não teria vergonha por exaltar como um lance bonito o toque de mão de Suárez, ele respondeu:

"Vergonha é o que lemos nas páginas de alguns jornais!"

E quanto ao lance do Felipe Melo esqueci de mencionar. O Leonardo (cogitado para ser o novo técnico da seleção) na Copa de 94 deu uma cotovelada no jogador dos EUA, mas como foi campeão pouco se falou. O Felipe Melo se tivesse sido campeão não estariam falando nada. E não estou defendendo, só estou mostrando como os comentários não são tão sensatos.

Bela disse...

Meu ponto de vista

uma "breve" historinha...

Pq o futebol se tornou ABSOLUTAMENTE o esporte mais popular do mundo dentre os mais de 1000 esportes que existem?

Pra mim, a explicação plausível passa por alguns pontos

1)No futebol todos podem jogar (altos, baixos, gordos, feios (tem esporte que não pode ser feio), bonitos, até com problemas ortopédicos (vide garrincha))

2)O Futebol permite i)infinitas improvisações , ii)criações e iii) até mesmo ludibriar/trapacear o adversário e o juiz - sou contra, mas "enriquece" o espetáculo (externaliza os defeitos humanos e levanta ótimas questões para serem examinadas em uma mesa de buteco com muita cerveja e fritas com os amigos) -, vide o gol historico de mão do Maradona e agora do Luis Fabuloso). Esses fatores, principalmente i) e ii), pra mim são sensacionais. Ver Ronaldinho Gaúcho dando 3 chapéus seguidos (sem proposito, diria o Gari), na lateral de campo e no meio de campo, isso é espetacular, é como ver uma tourada (pra quem gosta de tourada, óbvio)! Porém, o Toureiro precisa segurar só aquela toalha vermelha e mesmo assim com as mãos, o jogador tem q controlar a bola com os pés. Fenomenal!
Quem não fica puto de ver seu time perder um gol qd o jogador tenta "enfeitar D+", mas quem não fica aloprado qd seu time faz um GOLAÇO fora dos padrões?

Sabem porque o Brasil virou o país do futebol, a seleção que todos querem ver jogando? Garanto a vcs q não é pq o Brasil tem 5 mundias não! A Italia tem quase o mesmo numero de mundiais do Brasil e não tem nem a metade do carisma que a seleção amarelinha. Todos querem ver o Brasil pq sempre encantamos o mundo com nossos maestros, bebados, e artistas em campo. O mundo sem entender tamanha criatividade e habilidade dos nossos jogadores, tentaram ora imitarmo-nos, ora armar esquemas para nos neutralizar. Daí surgiu o 3-5-2, dentre outras estratégias comuns na pratica do futebol moderno.

O mundo quer ver suas seleções jogando igual o Brasil. E o que achei ser o maior pecado em 2010, foi o Brasil querer imitar o futebol previsivel do resto mundo. Baseado em excessiva obediência tática e preocupação defensiva. É o mesmo que o cara feio querer ser o bonito e o bonito querer ser o feio. Apesar de não concordar eu respeitei a decisão do Dunga (não fiquei cornetando e choramingando) e sinceramente achei q a seleção iria ganhar essa copa, vide nossa defesa perfeita (JUAN E LUCIO são incrivelmente BONS!!)

Bela disse...

Sei que não adianta dar espetáculo e perder, mas não precisa ser Dunga, também não precisa ser Maradona. Porém, nessa história toda temos um forte indicio de que o paradigma maradoniano baseado na busca pelo ataque ideal, time destemido, jogadores livres para criar, é o paradigma que o as pessoas aceitam (não me venha com papo de que toda unanimidade é burra!). Esse apreço das pessoas pelo modus operandis maradona eu entendo como uma súplica mais ou menos assim: "Ó! Não deixem o futebol virar um esporte qualquer (tipo corrida de cavalos), por favor!" Esse paradigma pode-se dizer que é utópico e nortea o imaginário de todos que gostam de futebol. É loucura, é perder de 4 a 0. Mas é ver o país inteiro receber com coração aberto os jogadores que sofreram o vexame diante da Alemanha. Isso TAMBÉM é futebol. O Futebol extrapola o próprio futebol. Agora, como que recebemos nossos jogadores brasileiros??
Apesar de tudo, ouvir esse papinho e choradeira da impressa (eles são os profetas do acontecido) é um aborrecimento só. O Dunga foi um bom treinador do ponto de vista dos resultados. Mostrou que o futebol feio também ganha (COPA AMERICA E CONFEDERAÇÕES). Isso é um exemplo de como o futebol é dinâmico e é possível chegar ao resultado com métodos diferentes. Todos nós queríamos o resultado, pra maioria absoluta, ganhar a copa jogando futebol feio, é a mesma coisa de ganhar jogando bonito. Mas quando não se ganha, apelamos igual criança! Aí, enfurecidos começamos a discutir o método dos treinadores e escrever textinhos como esse aqui. Dilemático isso, né?.. Mas eu não fico em cima do muro! Me rendi à recepção calorosa feita a seleção Argentina e por isso prefiro o metodo do Maradona.

Acho que o Brasil precisa ser inteligente e explorar o que tem de melhor: o futebol pra frente e criativo (to com Tostão). Vejam o Santos e o Barcelona.

Eu sei q meu discursso é romântico e saudosista. Mas vejam bem.
Na economia capitalista, a eficiência operacional (da produção - geração de renda) dos agentes é o caminho natural se os governos deixarem o mercado agir por suas próprias forças. Eu penso que na "economia futebolistica" o caminho natural seria termos só jogos abertos com os dois times buscando o ataque o tempo todo. Mas analogamente, assim como os governos fecham suas economias (gerando ineficiencias do ponto de vista da geração de renda economica global) quando o país não é competitivo no mercado internacional, os Dungas da vida fecham seus times. E aí, a utilidade de se ver um jogo de futebol decresce exponencialmente. Um jogo de golfe é um bem substituto quase perfeito de Partidas de futebol toscas como essas que estamos vendo na Copa e nos campeonatos diversos ao longo do mundo.

Respondendo a questão do Gari..
O Brasil iria perder do mesmo jeito se jogasse o autentico futebol Brasileiro? Mesmo que a resposta fosse sim.. Ainda assim seria melhor.. Ninguem esqueceu a seleção de 1982.. Mas essa seleção de 2010..

Achou q o comentário ficou muito grande, prolixo e burro? Mão na sua cara!!

Abraço!

Gari disse...

Bela,

Como você disse:

"Todos nós queríamos o resultado, pra maioria absoluta, ganhar a copa jogando futebol feio, é a mesma coisa de ganhar jogando bonito"

Seguindo a mesma linha, perder jogando bonito ou feio faz com que todos falem besteiras. Que deveria ser de um jeito, que não deveria levar tal, mas sim o outro, etc... Então não adianta jogar bonito, porque isso não vai ser reconhecido. Vão falar que importante é equipe e raça.

Não adianta aderir ao "maradonismo", o pau vai quebrar de qualquer jeito. A única solução (para os jornalistas) é ser campeão! Sempre

Bela disse...

Fala Gari, blz?

"Não adianta aderir ao "maradonismo", o pau vai quebrar de qualquer jeito. A única solução (para os jornalistas) é ser campeão! Sempre "

Concordo plenamente! Pensa bem, os caras tem que falar alguma coisa todo dia diante das cameras, pois eles são pagos pra isso.. Se eles forem inteligentes, serão sucintos e sobrará muito tempo sem ter o que dizer diante das cameras. Por isso falam falam falam, e falam só asneiras... Se o Dunga convoca o Neymar, o Ganso e etc.. eles iam falar que o Dunga não seguiu sua linha de racicionio, não deu sequencia ao trabalho, etc... Eles são os profetas do acontecido.. Mas nós, como torcedores, podemos ser coerentes e termos nossas convicções sobre o futebol. A minha eu revelei aqui no blog. Gosto do futebol mais ofensivo, criativo, sempre buscando o gol. Mas o time tem que ter jogadores para fazer esse futebol. Não adianta o Chile querer fazer isso, é burrice e eu sou contra burrice.


ps:
Galo com Tardeli, Diego Souza, Obina, Daniel Carvalho e Mendes.

Galo com as arrancadas ESPULETAS do Serginho.

Galo com Jairo Campos

Galo com o Neto Berola..

GALO que tem o melhor CT do Brasil.

luxemburgo!!

GALO!!!

Dentão disse...

Onde que a Argentina jogou o futebol "bonito, alegre, moleque"? Parecia um amontoado de (bons) jogadores, todo mundo tentando resolver sozinho, sem tabelas, sem posicionamento tático, parecendo um bando de peladeiros. Por isso tomaram 4 da Alemanha, não por jogarem um futebol alegre e ofensivo. Lembrando que a argentina não tinha laterais, jogava com uma linha de 4 zagueiros que não passavam do meio de campo. Tevez, Messi e Di Maria não se entendiam, so sabiam insistir em jogadas individuais que as vezes sobravam para o Higuain finalizar.

Para mim, uma equipe que joga com 2 laterais que apoiam (o michel bastos joga de ponta direita no Lyon) e ainda tem kaká, robinho, e luis fabiano, não pode ser considerado um time defensivo. O Felipe Melo é um descontrolado, mas tem bom passe (como o do gol do robinho contra a holanda), o elano(ou daniel alves) apoiam bastante. Só o gilberto silva e mais defensivo e protegia a defesa dos ataques dos adversários e das subidas do lúcio ao ataque.

A Espanha tem um geração com excelente jogadores de meio campo, é um time organizado, com bom toque de bola e jogadas individuais. O mesmo acontece com a Alemanha. O brasil tinha conjunto, porém quem Kaká, luis fabiano, robinho, não renderam o esperado. Acontece, não é culpa do técnico, nem é uma escolha pelo futebol feio.

Dentão disse...

Festejar time que perdeu é coisa de Atleticano, que não está acostumado a ganhar nada. Uma coisa é não procurar bruxas e culpados, outra e receber o time com foguetório e cantoria.

Bela disse...

Concordo que a Argentina foi desorganizada, mas a postura do time era de agredir o adversário o tempo todo, jogavam atacando com 6 jogadores. É a postura do time que me refiro! O Brasil, realmente na prática não se mostrou um time defensivo, mas passou longe de ser ofensivo. Faltou a postura que eu falo. Ao invés de jogar com Felipe Melo, pq não colocar o Ramirez q é um jogador mais inteligente, ofensivo, e ainda volta pra marcar? A resposta é simples. A postura do Brasil é conservadora. Pq colocar Julio Batista pra fazer a funçao de armador se vc pode colocar o Ronaldinho Gaucho?? Simples, pq o Julio Batista é mais trombador e volta mais pra marcar, o q reflete a postura consevadora e besta do Dunga. Besta pq se vc tem jogadores qualificados, pq colocar jogadores desqualificados? Simples a resposta: MEDO de perder! É opção por futebol feio sim! Minha opinião.

Se o Dunga fosse treinador da Nova Zelandia, isso faria sentido.


O Maradona nunca foi treinador, mas a idéia dele era boa.. Porém faltou treinador no time da Argentina.

PS: Se por causa de um passe otimo q o Felipe Melo deu ele é um jogador q entra no Hall dos jogadores passes qualificados/inteligentes , o que dizer do Eder Luis que vira e mexe faz uns GOLS MAGICOS, tipo driblando o time adversario inteiro e etc)???

João Victor disse...

Ari....
nao faça das suas ideias, ideias gerais. Uma ova que todo mundo quer o título jogando feio ou bonito.

Quero ver meu time jogando bem, se jogar mal torço pra que perca. Futebol não é um jogo de pontos. Futebol é alegria, drible, chutes, defesas e até mesmo jogadas mais duras!

Vcs morreram abraçados com o Dunga. E agora tem que se contentar em profetizar que se o ronaldinho, pato, ganso e neymar tivessem lá, a seleçao perderia da mesma forma.

Respeito a opinião de vcs, mas o fato é que o cara perdeu e era previsivel que poderia perder dessa forma (lembre-se que fiquei uma tarde inteira te falando que o brasil perderia por nao ter uma opçao no banco que mudasse o jogo).

Abrimos mao do talento e o resultado esta dado. Perdemos, e perdemos jogando feio. Pior, perdemos a caracteristica do futebol brasileiro. Uma tristeza!

Ah......tem que ter experiência?!
E o que me diz da Alemanha?
Aposto que os alemães estão mais orgulhosos dos jovens Ozil, Muller, Khedira, do que nos brasileiros que perdemos com josue, grafite, julio batista e felipe melo. A culpa nao é deles, mas sim de quem os colocou lá.

Adeus Dunga, Adilson BAtista, Muricy Ramalho e todos outros tecnicos mediocres que vao atras de resultado.

Holanda e Espanha mostrarão e tomara que reinventem a maneira de se jogar futebol!

Gari disse...

João,

Você é um dos poucos que gosta de jogar bonito e perder então. Porque até onde sei a maior parte das pessoas ficou p#$* por conta das molecagens de 2006, inclusive quem está criticando o Dunga agora.

Quanto a presença dos moleques da Vila profetizo mesmo. Sem experiência nacional (só jogaram paulista e Copa do Brasil) e internacional não tinham capacidade de atuar contra uma holanda, costa do marfim ou portugal, time de pegada, que intimidam até os mais experientes.

Não acho que futebol seja só resultado, e também não acho que o Brasil algum dia consiga jogar só pelo resultado. Criatividade e improviso é cultura nossa, e mesmo grafite, julio baptista e cia tem mais habilidade e categoria que muitos jogadores de outras seleções. Acho que isso você também concorda.

Enfim, o que eu quis dizer foi que fizemos o melhor que podíamos, e tem outra seleções que, hoje, merecem o título mais do que a gente. Não adianta chorar o leite derramado, merdas acontecem!